Página 47 - Edicao 86

Versão HTML básica

Está aberta a temporada de cruzeiros 2012-2013 no
Brasil, com destinos e duração para todos os gostos
e bolsos. Mas se engana quem acredita que esse tipo
de aventura só atrai os turistas convencionais. É cada
vez maior o glamour das viagens de navio, um prato
bem servido nos projetos relativos a corporativos, me-
lhor dizendo, viagens de incentivo. Experiência única e
inesquecível para quem aprecia os encantos do mar e
para quem tem prazer em
organizá-los, os cruzeiros
são cada vez mais procu-
rados pelo mundo corpo-
rativo. Somente a área de
Eventos & Incentivos da
Nascimento Turismo, que
investe no segmento há
alguns anos, contabilizou
na temporada passada
diversas convenções e se-
minários a bordo – mais
de 500 participantes.
“O cruzeiro conjuga, de
forma harmônica, a diver-
são que se quer proporcio-
nar com o conteúdo que
se deseja transmitir. Se o
evento requer palestras,
por exemplo, elas podem
ser inseridas no contexto
do lazer; o que muitas vezes não é possível quando o
evento se realiza em hotel ou centro de convenções”,
sugere Claudia Del Valle, gerente de vendas e marke-
ting da Costa Cruzeiros, especialista em cruzeiros te-
máticos, entre eles, os dirigidos ao público corporativo.
Uma das características que mais depõem a favor dos
cruzeiros, nas viagens de incentivo é a capacidade que
eles têm de propiciar visita a vários destinos, sem que
os promotores precisem se preocupar com o desloca-
mento dos participantes ou reservas em hotéis. No caso
de eventos grandiosos, o cliente pode fretar o navio e
escolher o itinerário.
Outro grande diferencial dos cruzeiros é a estrutura
dos navios, cada vez mais adequada às viagens cor-
porativas, argumentam as companhias especializadas.
Desenhados sob medida para passageiros exigentes,
os serviços já observam alto nível de qualidade. Um
bom exemplo são as refeições, que trazem no cardápio
iguarias da gastronomia
internacional. Outra van-
tagem é a hospedagem,
pois nesse tipo de viagem,
não é preciso se preocu-
par com a disponibilidade
dos hotéis.
Além disso, as embarca-
ções já contam com infra-
estrutura completa para
eventos, inclusive salas
modulares, capazes de
abrigar diferentes tipos
de reuniões. “A diversida-
de de opções para quem
organiza a viagem é enor-
me. Por conta disso, o que
se vê são eventos corpo-
rativos cada dia mais cria-
tivos, pois a estrutura dos
cruzeiros possibilita mui-
ta inovação”, promete Edelza Ennes, responsável pela
área de marítimos da Nascimento. A executiva lembra,
ainda, que os organizadores das viagens de incentivo
podem adequar todas as atividades, sugerindo progra-
mação especial, ajustada ao perfil de cada grupo.
Outra vantagem dos cruzeiros nas viagens de incentivo
é o custo, equilibrado, em relação aos benefícios: os
eventos chegam a trazer economia de até 40% em re-
lação às estruturas convencionais para eventos ou em
relação a outras opções de viagens de incentivo.
I
n
c
e
n
t
i
v
o
e
m
a
l
t
o
m
a
r
.
A
m
o
d
a
p
e
g
o
u
.
.
.
pág.
47
/
edição
86 /
Turismo
emNúmeros